The Knick, Steven Soderbergh (2014-)

watch-the-knick-streaming

Lembro-me de há uns tempos ler sobre a consultoria científica desta série. Colecionadores de fotografias e objetos médicos do início do século XX ajudaram a recriar os cenários e as dificuldades técnicas do inicio da medicina moderna.

“A medicina moderna tinha de começar em algum lado”, e é fascinante ver o médico no papel do cientista enlouquecido, apaixonado, que não dorme por querer descobrir porque morrem as pessoas depois das transfusões ou como será possível fazer uma cesariana com sobreviventes.

Do ponto de vista histórico, é realmente rico e interessantíssimo. A quem me acompanhou em aulas sobre os amigos de Freud – aquele que achava que todos os problemas residiam no nariz – saibam que The Knick tem um pouco disso, a par de golpes de génio, de figuras inspiradas em médicos reais com recordes de patentes de técnicas e descobertas – conseguidas a seu custo.

De resto, a parte romantizada da série também é muito boa abordando questões como o racismo, desigualdade social e o início da descoberta das drogas.

Recomendadíssimo, e siga para a temporada 2!

Fiães do Rio

Com os turnos do L. não temos propriamente fins de semana como sempre tivéramos até agora, por isso fui encaixando dois dias de férias a meio da semana o longo do ano. Este mês fomos até Fiães do Rio, bem perto de Montalegre.

Deu para descansar imenso, apanhar muita chuva, dormir num verdadeiro yurt da Mongólia, e dizer olá de novo à Ponte da Misarela.

Estas escapadelas vão saber mesmo bem!

IMG_2744IMG_2757IMG_2767

1 Second Everyday – Abril 2016

Abril passou-se muito debaixo do solo num arquivo morto. Teve algumas saídas, imenso Carcassone e conversas sobre Carcassone, um postal da Islândia, brilho nas unhas, Skypadas, muito ensaio para a Braga Romana, um serão de Catan, um regresso falhado ao livro do Game of Thrones, danças várias para um grande acampamento, cravos no 25 de abril, a chegada do sol,  e finalmente com ele, finos em esplanadas.

April was mainly spent underground in a dusty old archive. I did go out a bit, played a lot of Carcassone, talked a lot about Carcassone, got a postcard from Iceland, put some glitter on my nails, I skyped a bit, rehearsed a lot for Roman Braga, spent an evening playing Catan, tryed – and failed – to go back to reading Game of Thrones, danced several dances for a great camping, got carnations for the 25th of April, and the sun arrived, which finally meant beers outside.