Lago dos Cisnes, Russian Classical Ballet

Aconteceu tudo muito depressa. Numa semana estava a ver um documentário sobre o ballet, e fiquei muito surpreendida com o que ouvi. Primeiro, que era uma dança viril, dançada exclusivamente por homens na corte. Depois, com a Revolução Francesa, os traços do ballet foram-se alterando, entrando então a figura da bailarina. Também na Rússia, o ballet era associado à família real, à graciosidade cortesã, ao poderio nobre e burguês.

No meio de tudo isto, o documentário é pontilhado por cenas de vários bailados clássicos, nomeadamente o Lago dos Cisnes de Tchaikovsky. Eu digo alto “bolas, queria mesmo ver isto uma vez”. Dizem-me que está esta semana em Guimarães. O L. diz-me, não marques nada no sábado à noite. E não marquei, e a minha prenda de Natal foi ver o Lago dos Cisnes!

Ufa. E foi belíssimo. Como não frequento a cena clássica, estivemos antes do concerto a ler a sinopse na wikipedia, só para perceber o enredo. De resto, é uma mistura de teatro com o que a música já comunica naturalmente. Algumas coisas claras, outras não. Mas tudo grácil, belíssimo, impressionante.

O ballet é definitivamente das danças que mais me impressiona, porque é dificílimo conseguir aquele controlo do corpo, porque é certamente doloroso conseguir toda aquela força. Mas com todos os lindos vestidos, não há músculo nem sangue à vista. É só belíssimo.

3 comments

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s