Groningen

Sempre que estive na Holanda – sempre em Amesterdão – fiquei em casa de uma amiga. Então nunca tinha tido estes pequenos problemas de usabilidade dada a minha altura. Por exemplo, isto é uma selfie no hotel. Não me conseguia ver ao espelho!
IMG_1671IMG_1691IMG_1697


 

 

 

 

 

 

À parte destes desfalques culturais, a experiência foi agradável. Groningen pareceu-me, enfim, muito holandesa. Saí, como sempre, com alguma dor de cotovelo pelo estilo de vida.

A arquitetura é antiga e moderna, com alguma imponência das Companhias da Índias e explorações quejandas.

IMG_1696

IMG_1689



 

 

 

 

 

Um dos sítios de que mais gostei foi, curiosamente, o Universiteitsmuseum Groningen, com entrada gratuita (e quase todas as legendas em holandês). A exposição é clássica e com aquele aspeto macabro da ciência feita no pico da etnografia, biologia, medicina, etc.

Estas fotografias são do escritório de Aletta Jacobs (1854 – 1929), a primeira mulher holandesa a exercer medicina, e a obter um doutoramento.

IMG_1704

IMG_1705

IMG_1706

IMG_1714

IMG_1717IMG_1720

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Também exposto estava algum equipamento do primeiro laboratório de Psicologia Experimental da Holanda, a par dos primeiros estudos de frenologia!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s