AYA of Yop City, Marguerite Abouet & Clément Oubrerie (2005-2010)

Esqueci-me de falar no livro Aya que li rapidamente nas férias de Natal!

Finalmente uma novela gráfica africana: nunca vi nenhuma! E esta desenrola-se numa Costa do Marfim dos anos 80, em pleno crescimento, com imenso otimismo, liberdade, e quebra de barreiras.

A ilustração enche-nos de cores quentes, quase cheiros quentes e ensina-nos muitas características culturais. Presta muita atenção aos tecidos, à comida, à disposição das casas, etc.

A personagem central é Aya, uma jovem inteligente e bonita que é um bocadinho diferente das suas amigas tresloucadas. Assistimos a mulheres que lutam pela educação, dignidade e emancipação da figura feminina; mas também a jovens que se submetem a tudo para conseguirem o homem rico dos seus sonhos que as levará a Paris.

Acima de tudo é um livro muito divertido, que transmite toda a cultura, toda a côr e toda a mentalidade da época, e tem inclusive um apêndice onde explicam como confecionar algumas receitas, e como e quando vestir os trajes típicos. Ou como segurar um bebé. É muito giro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s